sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

Dica de seriemaniac: House



Responsável por tornar a série uma das mais assistidas do mundo inteiro, House, interpretado por Hugh Laurie, é um personagem, no mínimo, peculiar. Com seu típico sarcasmo, ceticismo, humor ácido e irreverência, acabou por conquistar uma quantidade expressiva de fãs (ó eu aqui \o/).


Em Princeton-Plainsboro, um hospital universitário localizado em New Jersey nos EUA, é onde se passa grande parte da trama. Lá, o Dr. Gregory House é um especialista renomado em infectologia e nefrologia, além de possuir uma certa fama por conseguir solucionar casos aparentemente impossíveis. Para isso, o doutor conta sempre com a ajuda da sua equipe, profissionais escolhidos à dedo por ele mesmo - salvo raras exceções, como por exemplo, Amber Volaki (Anne Dudek), que foi um amorzinho de pessoa (pois é, já deu pra perceber que eu gosto dos personagens mais estranhos) - e que conferem mais dinamicidade aos episódios.

Conhecido por seus métodos não-convencionais, o médico se propõe à uma análise fria dos pacientes, com os quais não estabelece nenhuma ligação emocional, se concentrando na resolução dos problemas de saúde dos mesmos. Um fato que por vezes atrapalha que se chegue à uma conclusão é a omissão ou alteração dos fatos reais por parte dos pacientes, daí a tão conhecida expressão "everybody lies".

Dentre o círculo de pessoas mais íntimas do protagonista destacam-se o Dr. James Wilson (Robert Sean Leonard), médico especializado em oncologista, e sua chefe, Lisa Cuddy (Lisa Edelstein), com a qual mantém uma relação de amor e ódio repleta de momentos bem humorados e bizarros (a menos que você considere 'invadir uma sala de jantar com um carro' um acontecimento corriqueiro).

Além disso vale ressaltar as semelhanças entre a série e o tão conhecido personagem que deu vida aos livros de Arthur Conan Doyle. Isso mesmo, o detetive mais falado das últimas décadas, Sherlock Holmes. Além de personalidades muitíssimo parecidas há outros fatos que reforçam a ideia de que David Shore, o criador do seriado, era um grande fã do célebre investigador fictício. Além do próprio sobrenome (House, uma variação de Holmes) e das iniciais de seu melhor amigo (sim, J.W., elementar, não?), ele mora no apartamento 221B (a mesma numeração do apartamento de Holmes '0').

Todos os fatos contidos aqui e muito mais me levam a crer que essa foi uma das melhores séries que já assisti. Super recomendo para quem procura uma série instigante e divertida, para seriemaníacos de plantão e pros amantes de Sherlock (vocês não vão se decepcionar  Rosto com olho piscando). Bem, é isso, fico por aqui porque o texto já está bem longo e se eu listar todos os pontos positivos de House eu não termino hoje. (даьадаба)* Até a próxima recomendação, chuchus, amo vocês.


 * Risada em russo, porque é uma língua muito legal. Para ler é só fingir estar fazendo gargarejo com pregos.


Obs.: O Ministério da Saúde adverte: não tente fazer gargarejo com pregos, você pode ter sérios problemas. Em caso de suspeita de dengue procure um médico, e leia a bula.
 





6 comentários :

  1. Assisti uns episódios e até hoje não sei porque parei, pois gostei tanto. Mas, com certeza irei voltar a assistir.

    Beijos!
    livrosdawis.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Assista sim, é uma ótima série! A gente adora ;)

      Beijinhos!

      Excluir
  2. Melhor personagem. Adoro ♡ e aos amantes de Sherlock, sim, vale muito a pena.
    whoosthatgirrl.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. House é um personagem maravilhoso, impossível não amar haha'
      Obrigada pela visita ;)

      Excluir
  3. Adoro House, acompanhei apartir da 7° temp pela TV, uma das primeiras séries que eu vi, via com minha mãe ainda...
    House sempre no meu S2

    ResponderExcluir