terça-feira, 15 de março de 2016

Primeira série brasileira da Netflix


Você sabia? A Netflix está produzindo sua primeira série brasileira!

E, ao que tudo indica, a repercussão dessa série pode gerar um impacto positivo na produção audiovisual do Brasil, abrindo portas para a mídia internacional e para a melhoria da qualidade dos filmes e séries produzidos no país.

Mas espera aí; antes de mais nada, eu preciso dizer que este, meu caro leitor, não é só um post informativo, mas é também uma forma de expressar a minha opinião (e minha felicidade) sobre essa notícia maravilhosa que está no título.

A Netflix tem começado um processo de expansão, produzindo séries originais em diversos países como México, Itália, França e Alemanha; e, agora, chegou a vez do Brasil também ter sua primeira série original produzida pelo serviço de streaming! Em parceria com a produtora nacional independente Boutique Filmes, está chegando a série 3%, prevista para estrear ainda este ano no catálogo da Netflix.

São três tópicos importantes relacionados a essa notícia: o primeiro é que o fato de a série estar sendo produzida pela Netflix é de grande importância para a indústria audiovisual no Brasil, por permitir que esta possa ter um alcance global. Assinantes da Netflix do mundo inteiro terão acesso a uma produção brasileira, então é claro que essa produção vai ter que caprichar para fazer bonito e ter a oportunidade de conquistar fãs internacionalmente.

O segundo tópico importante é o gênero da série. Senhoras e senhores, fanáticos por ficção científica, que não conseguem parar de ler 1984 e Admirável Mundo Novo, que vão à loucura a cada novo filme de Jogos Vorazes lançado, ou a cada novo episódio de The 100, preparem seus corações, porque a primeira série nacional da Netflix VAI SER UMA DISTOPIA! \o/

Você que é brasileiro sabe bem que o Brasil é conhecido principalmente por produções de comédia, e nada muito além disso; então, o simples fato de conseguir sair do tradicional já seria fantástico, mas uma ficção científica ambientada em um Brasil pós-apocalíptico é simplesmente a melhor notícia que poderíamos ter. Talvez, como uma fanática por distopias, eu seja parcial para falar do assunto, mas a primeira produção brasileira a possivelmente ganhar destaque no cenário internacional ser uma obra crítica, reflexiva e futurística, me parece ser uma ótima forma de começar, e que poderia abrir portas para muitas outras produções nacionais de alcance global posteriormente, além de permitir que outros gêneros além da comédia possam ser melhor explorados.

Pela sinopse oficial, 3% é um thriller pós-apocalíptico que se passa no Brasil, em um futuro não muito distante, que retrata um mundo dividido entre progresso e devastação. Para ter a chance de fazer parte de uma elite privilegiada, uma seleção é feita entre os jovens, um processo cruel onde somente três por cento dos candidatos são aprovados.

O que achou dessa sinopse? Eu já estou morrendo de ansiedade! A série é baseada em uma web série INCRÍVEL criada por Pedro Aguilera, cujo episódio piloto está disponível no canal Série 3 Por Cento, no YouTube. Você pode conferir a primeira parte do piloto no vídeo abaixo:



Um terceiro ponto, que me chamou atenção e me deixou bastante feliz, que merece ser ressaltado, foi uma foto do elenco principal, divulgada recentemente, e que você pode conferir abaixo. Rafael Lozano, Mel Fronckowiak, Michel Gomes, Bianca Comparato e Vaneza Oliveira (da esquerda para a direita na foto) são os atores que darão vida aos protagonistas da trama.

Que elenco lindo, gente! Além de ser composto, em sua maioria, por mulheres (igualdade de gênero ), algo bem difícil de acontecer no universo das séries, uma boa parte do elenco principal é composta por atores negros, deixando de lado a predominância branca que a gente costuma ver nas produções nacionais e internacionais, para ter não só representatividade, mas também para demonstrar a diversidade brasileira ao restante do mundo, que vai assistir 3% na Netflix de seus respectivos países e ver que o Brasil tem orgulho de ser um país diversificado e que dá valor às profissionais femininas!



A Netflix anunciou na sexta-feira (11/03) o início das filmagens da primeira temporada em São Paulo, que terá oito episódios, e será rodada inteiramente no Brasil. Além de estar sendo filmada com tecnologia Ultra HD 4K, a série é dirigida pelo uruguaio Cesar Charlone, diretor do longa-metragem O Banheiro do Papa (2007) e indicado ao Oscar de melhor fotografia pelo filme Cidade de Deus (2002). O restante do elenco é formado pelos atores João Miguel, Zezé Motta, Nicolau Breyner, Rodolfo Valente e Viviane Porto. A estreia está prevista ainda para 2016.

Ainda é cedo para afirmar com certeza, mas eu acredito que 3% pode ser o primeiro passo para um Brasil bem representado, de alcance global e com produções audiovisuais diversificadas e de qualidade.

E você, o que acha?


Fontes: Adoro Cinema / Collant sem Decote / Papel Pop

Nenhum comentário :

Postar um comentário